segunda-feira, 13 de setembro de 2010

40 anos sem Hendrix

No dia 18 de setembro de 2010 completam-se 40 anos da morte do maior guitarrista de todos os tempos. Jimi Hendrix nasceu em Seattle como Johnny Allen Hendrix e depois foi renomeado por seu pai como James Marshall Hendrix. Logo cedo se interessou pela música e brincava com vassouras que em suas mãos viravam guitarras elétricas. Seu pai "Al" foi um grande incentivador e comprou seus primeiros 3 instrumentos, um Ukelele, uma guitarra acústica e sua primeira guitarra elétrica. Em 1958 (aos 16 anos) Hendrix juntava-se a sua primeira banda, os Velvetones. Porém, 3 meses após já estava partindo em busca de outros interesses. Em 1961 Jimi saiu de casa para servir o exército e foi parar na divisão aérea como pára-quedista (imaginem). Enquanto servia o exército Jimi formou os The King Casuals com o baixista Billy Cox, que viria a ser grande parceiro musical. Após sair do exército por um acidente num salto de pára-quedas Hendrix enveredou de vez para o lado da música trabalhando como guitarrista. Nesta fase levava o nome artístico de "Jimmy James" e chegou a tocar com Tina Turner e Little Richard. No final de 1965 partiu para a carreira solo fundando o Jimmy James e os Blue Fames, assumindo guitarra solo e vocal. Nesta ocasião conheceu a pessoa que o levaria a Inglaterra, o então baixista Chas Chandler que tocou alguns vezes com Jimi no Jimmi James. Chandler foi peça chave na carreira de Hendrix, pois visualizou o que seria a fusão do seu estilo com o rock britânico da época, assumiu o cargo de produtor e convenceu Jimi a ir com ele para Londres montar um novo projeto, o Jimi Hendrix Experience. Junto com Mitch Mitchel (baterista) e Noel Redding (baixista) Hendrix criou o álbum que seria um divisor de águas da música mundial. O "Are you Experience" permanece um dos álbuns mais populares de todos os tempos, com obras primas como “Purple Haze”, “The Wind Cries Mary”, “Foxey Lady”, “Fire” e “Are you Experienced?”. Com a base rítima dos britânicos Hendrix ainda gravou Axis: Bold as Love (1968) e o duplo Electric Ladyland (1968).

No início de 1969 Jimi já era um sucesso no mundo inteiro e claro, um megastar nos EUA. Após haver fundado sua própria editora em Nova Yorque chamada Electric Lady Studios Hendrix viu o Experience terminar, sua vida estava muito cansativa, com muitos compromissos de estúdio e muitos shows marcados, porém o lema era sempre em frente.

O show no Woodstock (agosto de 1969) apresentou um Jimi mais seguro musicalmente, emocionalmente e claro, em busca de um novo som com uma nova banda chamada Gipsy Sun & Rainbow, com Jimi Hendrix, Mitch Mitchel, Billy Cox, Juma Sultan, e Jerry Velez. A performance em Woodstock foi coroada pela versão renegada de “Star and Spangled Banner”, o que levou a audiência, toda coberta em lama, a loucura. Após o Woodstock Jimi formou o Band of Gypsys junto com o mega-baterista-cantor Buddy Miles e o parceiro Bily Cox. O Band of Gypsys era o prosseguimento do trabalho realizado em Woodstock, porém, em menor escala.

Incansável em busca de sua nova música Jimi Hendrix também estava focado num outro sonho chamado Electric Lady Studio. Idealizado no início de 69 o estúdio demorou mais de 1 ano para ser construído e teve um custo de cerca de 1 milhão de dólares. Parte deste dinheiro veio a empréstimo da sua gravadora. Era simplismente o primeiro grande estúdio comercial de Nova Yorque. Nele Hendrix estava em paz, virava noites gravando o que seria seu 4º álbum junto com Billy Cox e Mitch Mitchel, o que seria a volta da "Experience", mas as coisas não deram certo. Na festa de inauguração Hendrix estava chateado por estar numa fase ruim com uma de suas namoradas, endividado com o estúdio e pelo fato de ter que ir a Inglaterra honrar compromissos de show. Uma guerra de comida na inauguração foi a gota d'água para Hendrix deixar o estúdio pela última vez. Após este episódio Hendrix fez apresentações na Grã-Bretanha, na Escandinávia e na Alemanha, incluindo um show épico e intermitentemente brilhante para 600 mil pessoas no festival da Ilha de Wright. Infeliz com os shows e preocupado com Cox, que estava doente Jimi cancelou as datas restantes. Morreu em Londres, durante o sono, em 18 de setembro. A causa oficial da morte foi "inalação de vômito devido a intoxicação por barbitúricos". Em 2009, o ex-roadie de Hendrix James 'Tappy' Wright lançou o livro "Rock Roadie" onde afirma ter ouvido em 1971 uma declaração do então empresário de Hendrix "Michael JeffreyJeffrey morreu 2 anos após Hendrix num acidente de avião.

O que vale para nós, fãs da música de Hendrix é escutar e celebrar. Está previsto para 2010 o lançamento de 2 filmes relacionados a Hendrix, recentemente foi lançado o Valleys Of Neptune com regravações e sobras de estúdio. Durante todo o ano de 2010 está acontecendo nos EUA o Experience Hendrix Tour e a Trench acaba de lançar a promoção do vale Hendrix.



(retirado do blog da loja TrenchTown)